Hino

Hino do Vasco - 1949

O mais famoso hino do Club de Regatas Vasco da Gama, composto por Lamartine Babo em 1949, é deste então o mais cantado e reconhecido pelos vascaínos, mesmo não sendo o oficial. A composição foi patrocinada pelo programa de rádio Trem da Alegria que naquele ano lançou hinos alternativos dos grandes clubes.



Segundo Osvaldo Sargentelli, sobrinho do compositor, a gravadora responsável por fazer a sonorização dos hinos cansada de esperar as canções feitas por Lamartine, preparou uma armadilha para ele. Como era bastante mulherengo, disseram-lhe que seria paraninfo de uma turma de debutantes.



Então, marcaram um encontro com o compositor num apartamento para que fosse acertado os últimos detalhes da festa, só que quando ele chegou, forçaram-no a fazer todos os hinos ali, naquela hora. E, em três horas, foi composto os hinos dos grandes clubes da época.

 

Versões

 

A versão mais famosa do hino do Vasco, composto por Lamartine Babo, foi gravada no ano de 1977 pela gravadora CID, no LP Banda Galera Campeã – Hino dos Campeões e nela é cantada “Norte-Sul, Norte-Sul deste Brasil”. (você pode ouvir esta versão clicando aqui)



Contudo, houve outras versões do hino composto por Lamartine para o Vasco.



Em 1963, a banda Os Rouxinóis lançou um LP chamado “Isto é Lamartine Babo” onde interpretava as canções do autor. Nesta versão, é cantada “Norte-Sul, Norte-Sul destes Brasís” (clique aqui para ouvir). Assim como é cantada “brasis” na versão da Banda do Corpo de Bombeiros do Estado da Guanabara, gravado em 1970. (clique aqui para ouvir esta versão)



Entretanto, mesmo com todas essas versões, segundo algumas fontes de pesquisa o trecho original escrito por Lamartine Babo é “Norte-sul, norte-sul deste país”. (clique aqui para ouvir)

 

Hino do Vasco composto por Lamartine Babo

 

Vamos todos cantar de coração

A Cruz de Malta é o meu pendão

Tu tens o nome de um heroico português

Vasco da Gama, a tua fama assim se fez

Tua imensa torcida é bem feliz

Norte e sul, norte e sul deste país (Brasil)

Tua estrela, na terra a brilhar

Ilumina o mar

No atletismo és um braço

No remo és imortal

No futebol és o traço

De união Brasil-Portugal


Fonte: SuperVasco
Atualizado em: 30/09/2016 12h23