Futebol - Regional

Taça Guanabara - 2016

Campeonato Carioca vai enfrentar, com a vantagem do empate, o Flamengo, que se classificou em quarto lugar ao derrotar o Bangu por 3 a 0, em Macaé. O outro confronto será entre o Fluminense, vice-campeão, e o Botafogo, terceiro colocado, que superou o Boavista por 1 a 0 em Bacaxá. A vantagem do empate é dos tricolores para chegar à decisão do Estadual.

Com a vitória no clássico deste domingo, com gol de Riascos, aos 21 do segundo tempo, o Vasco chegou a 21 jogos de invencibilidade (a última derrota foi em novembro do ano passado, para o mesmo Fluminense, por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro).

O jogo em Manaus foi equilibrado. Os goleiros Martin Silva e Diego Cavalieri apareceram bem e fizeram pelo menos três defesas importantes cada um no jogo. Numa delas, Cavalieri tirou com a ponta dos dedos e mandou ao travessão um chute por cobertura de Andrezinho. No segundo tempo, em bela finalização de Eder Luis, de novo o goleiro tricolor espalmou, e a bola tocou na trave. Já a principal intervenção de Martin Silva foi no fim do jogo, cara a cara com Osvaldo. O atacante do Flu chutou fraco, em cima do goleiro, e desperdiçou o empate.

O Fluminense teve um gol anulado no primeiro tempo, em lance polêmico. O zagueiro Renato Chaves marcou de cabeça, na pequena área, mas o árbitro João Batista de Arruda anulou o lance e marcou falta no goleiro Martin Silva.

No confronto entre o zagueiro Rodrigo e o atacante Fred, melhor para o vascaíno. Rodrigo marcou bem o rival, a quem não cumprimentou antes do jogo, devido a rusgas do ano passado. Fred não teve muitas oportunidades de gol. E finalizou mal no primeiro tempo, em chute torto, para fora. O artilheiro tricolor, que fez as pazes com o técnico Levir Culpi e voltou ao time neste domingo, foi substituído no segundo tempo. Rodrigo, por sua vez, brilhou ao salvar em cima da linha o gol do Fluminense, após cabeçada de Edson.

Também na etapa final os volantes Edson e Marcelo Mattos foram expulsos.

A campanha do Vasco, campeão da Taça Guanabara, teve cinco vitórias e dois empates, com oito gols a favor e dois contra. O time estreou com vitória por 2 a 0 sobre o Bangu, em 13 de março, e depois derrotou Boavista e Botafogo por 1 a 0, nos dias 19 e 27 daquele mês. No dia 30, empatou com o Flamengo em 1 a 1. Na sequência, em 3 de abril, outro empate em 1 a 1, com o Volta Redonda. Na penúltima rodada, no dia 9, 1 a 0 sobre o Madureira e, na decisão do título, 1 a 0 sobre o Fluminense.

O Vasco derrotou o Fluminense por 1 a 0, em Manaus, e conquistou o título de campeão da Taça Guanabara. 

Fluminense: Cavalieri, Wellington Silva, Renato Chaves (Nogueira), Marlon e Giovanni; Elson, Douglas e Gerson; Marcos Júnior (Higor Leite), Osvaldo e Fred (Magno Alves).

Vasco: Martín Silva, Madson, Luan (Rafael Vaz), Rodrigo (Diguinho) e Henrique; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Éder Luis), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos.

Cartões amarelos: Jorge Henrique, Marcelo Mattos, Douglas, Fred e Renato Chaves

Cartões vermelhos: Marcelo Mattos e Edson

Gol: Riascos, aos 21m do 2º tempo

Juiz: João Batista de Arruda

Público pagante: 28.191

Renda: R$ 2.214.040

Local: Arena da Amazônia.


Fonte: O Globo
Atualizado em: 11/04/2018 15h42
Taça Guanabara

12 títulos ( 2016 2003 2000 1998 1994 1992 1990 1987 1986 1977 1976 1965 )